Equipas de salvamento localizaram, nas últimas horas, os corpos de outras seis vítimas do incêndio que destruiu, na quarta-feira, um centro comercial na capital da república russa do Tartaristão, elevando para 11 o número de mortes.

As autoridades russas calculam, com base nas queixas de cidadãos que não conseguem localizar os seus familiares que pelo menos 20 pessoas estejam ainda presas nos escombros do centro comercial «Admiral», situado em Kazan, a 800 quilómetros a leste de Moscovo.

Os trabalhos de remoção dos destroços do edifício avançam lentamente apesar de terem sido destacados para o local quase mil efetivos dos serviços de emergência que trabalham de dia e de noite.

Do universo de 12 feridos que continuam internados, três encontram-se em estado grave, apesar de estável, segundo os mais recentes dados.

No total, 650 pessoas foram resgatadas do centro comercial.