Um cão andou à deriva em cima de uma placa de gelo no mar de Okhotsk, no noroeste da Rússia, e acabou por ser salvo por um navio polaco que estava no porto de Magadan.

O animal terá navegado, nesta «jangada natural», durante cerca de 160 quilómetros até ser resgatado.

Os marinheiros aproveitaram o momento em que a corrente aproximou o pequeno icebergue do porto, e foi aí que um dos homens se lançou à água para puxar a placa de gelo para junto do barco.

Depois de içado para bordo, o cão foi adotado pela tripulação como mascote.