O Tribunal Tverskoi, da capital russa, condenou, esta quinta-feira, o advogado Serguei Magnitski, que faleceu na prisão, em 2009, enquanto aguardava julgamento por «fuga ao pagamento de impostos».

Porém, o tribunal desistiu do cumprimento da pena por o réu ter falecido. Deste modo, o juiz recusa aos familiares do advogado a possibilidade de recurso.

O advogado da família de Magnitski declarou que a sentença não foi uma surpresa.