O Papa Francisco fez uma visita surpresa a um bairro pobre em Roma. O Sumo Pontífice surpreendeu assim os residentes, muitos dos quais são provenientes da América do Sul.

Depois de ter ouvido falar do bairro da Ponte de Mammolo, o Papa pediu aos seus ajudantes para fazer um desvio na viagem até à paróquia do bairro de Tiburtina para visitar o bairro de que tinha ouvido falar.

«Saiu do veículo e toda a gente se surpreendeu quando o viu na rua», afirmou o padre Aristide Sana, que viajou a toda a velocidade para o lugar quando soube da visita do Papa.

Rodeado de pessoas, a maioria do Peru e Equador, o Papa mostrou-se enternecido pelo carinho recebido.

«Quantos falam espanhol?», terá perguntado Francisco a quem o rodeava. «Todos. Somos da América do Sul. Somos sul americanos», respondeu-lhe a multidão. Depois da resposta, toda a comunidade rezou com o Papa.
 
 
 

De acordo com o pároco Sana, a comunidade é composta por cerca de 150 pessoas e muitos são também provenientes da Rússia, Ucrânia e Polónia.