Um grupo de líderes escoteiros destruiu uma formação rochosa antiga, com cerca de 170 milhões de anos, no Parque Goblein Valley, e provocou uma onda internacional de ódio.

Glenn Taylor foi filmado por um colega a empurrar a rocha avermelhada e a celebrar com os amigos. Depois de divulgarem o vídeo, os três homens foram ameaçados de morte.

Os três homens argumentaram que a rocha estava solta e que poderia cair sobre alguém que passasse no local.

«Acho que tomamos a decisão correta, mas com o método errado», afirmou Dave Hall ao «Salt Lake Tribune», acrescentando que assumem «a total responsabilidade por qualquer erro cometido» e estão recetivos a fazer «qualquer coisa determinada pelo Estado e associação de escoteiros».

Eugene Swalberg, porta-voz da divisão de parques do estado de Utah, afirmou que as autoridades ainda estão a decidir se processarão o grupo pelo incidente.

«Este tipo de comportamento não é apreciado nem deveria existir nos parques. Estas rochas foram formadas, literalmente, durante milhões de anos e deveriam durar muito tempo. Não precisamos que façam o trabalho da Mãe Natureza», afirmou.

A organização de escoteiros dos EUA também condenou a ação e afirmou que vai tomar medidas «apropriadas».

http://www.youtube.com/watch?feature=player_detailpage&v=EHgpiMp1JqA#t=1