Mais do que motivos para comemorar. Carnaval no Brasil é samba, muito samba, mas este ano também está a fazer a festa com os 50 anos de carreira de Maria Bethânia. A cantona desfilou, encantou e foi homenageada. E a sua escola, Estação Primeira de Mangueira ganhou o estandarte de ouro de melhor escola do Grupo Especial.

Facebook oficial da cantora

 

Festa rija a triplicar, portanto. De verde e rosa, "Maria Bethania, a menina dos olhos de Oyá" deu o mote ao enredo desenvolvido pelo carnavalesco Leandro Vieira. O prémio atribuído à escola de Bethânia - que já foi distinguida 18 vezes - foi atribuído pelo "O Globo".

De um total de 28 alas e seis alegorias, a filha de Dona Canô seguia no último carro, o carro do circo, vestida por Gilda Midani.

Sexualidade, folia e cor marcaram o desfile no Sambódromo no Rio de Janeiro. Até quarta-feira, há muito samba e pouca roupa no palco da festa.

Presente no Carnaval do Brasil deste ano está também o medo do vírus Zika. Mas brasileiro que é brasileiro tem o sorriso estampado na cara.

Fonte: Reuters