O rio Daldykan, localizado na cidade de Norilsk, Rússia, ficou repentinamente vermelho, um mistério que já está a ser investigado pelo ministério dos Recursos Naturais do país.

Em comunicado, o ministério informou que a mudança de cor do rio pode ter sido causada por uma descarga de um “químico não identificado”, a partir de uma fábrica de níquel.

Segundo a agência RIA Novosti, a empresa, detida pela Norilsk Nickel – o maior produtor de níquel no mundo –, rejeita para já responsabilidades e nega que exista qualquer fuga na metalúrgica Nadezhda, mas adianta que, em todo o caso, já mandou desacelerar a produção e garante que está a fazer testes ambientais.

A autarquia da zona de Norilsk informou a imprensa local que o fornecimento de água da cidade não vem daquele rio, pelo que não há risco para os moradores.

De acordo com habitantes locais, esta não é a primeira vez que o rio Daldykan fica desta cor. Como escreve a CNN, a cidade é, aliás, conhecida pela poluição, considerada a pior neste aspeto em toda a Rússia.