A revisão do Orçamento Geral do Estado (OGE) angolano vai ser levada a reunião do Conselho de Ministros na sexta-feira e implicará a suspensão de «alguns projetos», anunciou esta quarta-feira o ministro da Administração do Território, Bornito de Sousa.

Na origem da revisão das contas públicas está a forte quebra na cotação internacional do barril de petróleo, para cerca de metade em seis meses, produto que garantiu 76 por cento das receitas fiscais em 2013.

«Alguns projetos vão ter de esperar. Vamos ver o que é prioritário, a Saúde, a Educação. É preciso redefinir as prioridades. É isso que o Governo vai fazer na próxima sexta-feira», anunciou o ministro Bornito de Sousa, ao presidir ao ato central de comemoração do 54.º aniversário do início da luta armada de libertação de Angola da colonização portuguesa, realizado esta quarta-feira no município de Kiwaba Nzoji, em Malanje.