Uma luta entre gangues numa prisão de Acapulco, no México, fez pelo menos 28 mortos e três feridos. 

Segundo as autoridades mexicanas, a confusão entre os gangues surgiu na ala de segurança máxima da prisão. 

Segundo a agência Reuters, foram descobertos vários corpos em vários sítios da prisão. Um funcionário, que não se quis identificar, disse à mesma fonte que quatro dos cadáveres foram decapitados.

Embora tenham havido tiros, as mortes são resultado de ataques com armas improvisadas e instrumentos afiados.

Esta luta mortal fez aumentar o número de crimes violentos que já ocorreram no país este ano. De acordo com a agência noticiosa, o número de casos de assassinato aumentou cerca de 30% só nos primeiros cinco meses deste ano.