Militares portugueses resgataram 35 pessoas na ilha de Strongili e auxiliaram outros 46 em Lesbos, esta noite.

A Unidade de Controlo Costeiro (UCC), que opera na Grécia, recebeu um alerta durante uma ação de patrulhamento e detetaram "uma embarcação de borracha danificada e encalhada, sem condições de navegabilidade, encontrando-se os migrantes nas rochas".

Os migrantes foram resgatados e transportados em segurança para Kastellorizo, onde foram encaminhados para as autoridades helénicas. Entre as 35 pessoas resgatadas encontravam-se nove crianças, seis mulheres, duas das quais grávidas, e 20 homens, lê-se no comunicado da UCC.

Durante um patrulhamento terrestre à ilha de Lesbos foi detetado um grupo de migrantes constituído por 12 crianças, 16 mulheres e 18 homens, "a caminhar numa estrada após abandonarem a embarcação, os quais foram auxiliados e encaminhados para as autoridades helénicas".