Pelo menos 40 civis foram mortos na quarta-feira num ataque na aldeia de Kamango, no leste da República Democrática do Congo, informaram fontes da sociedade civil da província do Kivu-Norte, que responsabilizam rebeldes ugandeses.

«Até esta manhã, encontrámos mais de 40 corpos, todos de civis. As equipas da Cruz Vermelha e da polícia estão à procura, para ver se encontram outras vítimas», disse à AFP Teddy Kataliko, presidente da sociedade civil do território de Beni, onde se situa Kamango.

A mesma fonte acrescentou que cerca de dez pessoas ficaram «gravemente feridas».