O Presidente norte-americano, Barack Obama, advertiu esta segunda-feira que a violência religiosa não tem lugar na sociedade norte-americana, um dia depois de um atirador com alegadas motivações antissemitas ter matado três pessoas.

«Ninguém deve temer pela sua segurança quando se junta com os seus companheiros de fé. Ninguém deve temer quando se junta a outros para rezar», afirmou Obama, numa declaração na Casa Branca, em reação aos incidentes ocorridos no domingo em Overland Park, uma pequena cidade próxima de Kansas City (região centro dos Estados Unidos), na véspera da Páscoa judaica (Pessach).

Três pessoas foram mortas a tiro, em incidentes ocorridos em diferentes horas, num centro comunitário e num lar de idosos judaicos.