Uma menina de três anos pode ter salvo o irmão mais novo e a mãe, depois de ter telefonado para o serviço de emergência quando a progenitora caiu das escadas. Mais impressionante do que Emma ter conseguido ajudar a mãe foi que, de acordo com a própria, a criança nunca tinha sido ensinada a marcar o número das urgências.

Catherine estava sozinha em casa quando, alegadamente, terá caído das escadas e batido com a barriga e a cabeça no chão, acabando por ficar inconsciente. Ao assistir ao acidente, Emma apressou-se a correr para o telefone e a marcar 999, o número das urgências no Reino Unido.

Durante a chamada, que demorou oito minutos, a menina explicou que a mãe tinha “um bebé na barriga” e que tinha batido com a cabeça. A criança contou também que estava a tomar conta dela, que “continuava a adormecer”. Emma ficou ao lado da mãe até à ambulância chegar.

A gravação da chamada da menina foi divulgada pela BBC.




De acordo com a BBC, os médicos acreditam que o impacto da queda fez com que Catherine entrasse em trabalho de parto mais cedo, por ter rompido a placenta. O bebé nasceu nesse dia, sem quaisquer complicações, sete semanas antes do esperado.

A família disse que ficou impressionada com o feito da menina, a quem nunca tinha sido ensinado como ligar para o serviço de emergência. Catherine acrescentou que Emma deve ter aprendido quando o irmão mais velho teve uma lição na escola e discutiu o que lhe tinham ensinado durante o jantar.
 

“Não me lembro muito bem o que aconteceu, mas de qualquer das formas, a Emma foi absolutamente fantástica e agiu com muita perspicácia e calma. Penso que isto mostra o quão importante é ensinar aos filhos como ligar para o 999, porque nunca são novos demais para porem em prática aquilo que aprenderam”.