A primeira-ministra do Reino Unido, Theresa May, vai reunir-se com sobreviventes do incêndio que destruiu a Torre Grenfell, este sábado, em Downing Street. O encontro, noticiado pela Press Association, vem responder aos críticos, que lhe apontaram o dedo precisamente por ter demorado em encontrar-se com os sobreviventes da tragédia.

Esta manhã, a líder britânica teve uma reunião com representantes do governo e de várias entidades para assegurar que está a ser dado todo o apoio necessário às vítimas do incêndio. 

O encontro com um grupo de residentes e vítimas da tragédia vai ocorrer depois, já durante a tarde.

Após o fracasso eleitoral, o incêndio que destruiu a torre residencial no centro de Londres veio pressionar ainda mais a primeira-ministra. 

Até agora, foram confirmadas 30 mortes, mas ainda há dezenas de pessoas desaparecidas e as autoridades temem que este número venha a ultrapassar uma centena.

E o anúncio de abertura de um inquérito ao desastre não apaziguou os ânimos. Na sexta-feira, centenas de pessoas protestaram em frente à Câmara Municipal de Kensingston e Chelsea, do qual depende o prédio de habitação social, pedindo “respostas” e gritando por “justiça”.