Um homem de negócios britânico foi acusado de ter enganado os caminhos de ferro do Reino Unido durante mais de cinco anos e viajou quase de graça desde uma zona rural de East Sussex até Londres durante este período. O homem foi descoberto e acabou por pagar 51800 euros de uma só vez, através de um acordo extra-judicial, para escapar a uma acusação formal.

Durante cinco anos, o homem (que mantém o anonimato por causa do acordo que fez com a empresa) fez o percurso entre East Sussex e London Bridge por apenas 7,20 libras (um pouco mais que oito euros), uma viagem de mais de três horas, através de uma «brecha» no sistema.

As suspeitas foram levantadas no final do ano passado, quando um inspetor de bilhetes na estação de Cannon Street, em Londres, reparou no preço que o homem tinha pago e a fraude foi descoberta.