O governo britânico convocou o embaixador espanhol para uma reunião depois de um barco espanhol ter sido avistado em águas territoriais de Gibraltar.

O envio da embarcação para aquela zona reacendeu a polémica entre Espanha e o território britânico, e está a ser visto como uma provocação, uma vez que o navio do Estado foi acompanhado por um barco da polícia.

Segundo a «Sky News», o ministro britânico para a Europa, David Lidington, afirmou que a presença do navio de pesquisa e do barco da Guardia Civil são ilegais e jurou tomar «as medidas necessárias» para salvaguardar os interesses de Gibraltar.

O embaixador espanhol Federico Trillo foi chamado esta quarta-feira, para explicar a «intrusão séria».

«Não só as ações do barco de pesquisa foram ilegais, mas vinha acompanhado pela Guardia Civil cujas manobras representaram uma preocupação de segurança nas águas», afirmou David Lidington.

«Eu condeno esta intrusão provocativa e peço ao governo espanhol que não se repita. O governo britânico vai continuar a tomar quaisquer ações consideradas necessárias para garantir a soberania britânica e os interesses de Gibraltar, as suas pessoas e economia», continuou.