A polícia britânica pediu, esta terça-feira, ajuda à população para identificar o homem que terá empurrado uma mulher para a frente de um autocarro, enquanto corria no seu jogging matinal na Ponte Putney, em Londres.

O momento foi gravado por câmaras de videovigilância. É possível ver a mulher, de 33 anos, a caminhar, a ser empurrada e a quase ser atropelada pelo autocarro, cujo condutor se viu obrigado a desviar-se para não a atingir.

A vitima foi depois socorrida pelos passageiros do autocarro. Apresentava ferimentos ligeiros.

O incidente aconteceu a 5 de maio por volta das 7:40 da manhã na Ponte Putney, na capital inglesa, mas só agora as imagens foram divulgadas.

Segundo a polícia, o homem voltou a passar pelo local do incidente 15 minutos depois, quando corria no mesmo percurso, mas em sentido contrário. A mulher que fora empurrada terá tentado falar com ele, mas o homem ignorou-a e continuou a correr.

A vítima foi colocada num perigo extremo quando foi empurrada para a estrada. Foi apenas graças à extraordinária e rápida reação do condutor do autocarro que não foi atropelada", disse o sargento Mat Knowles, da Polícia Metropolitana de Londres.

Estamos interessados em falar com o homem para saber o que aconteceu naquela manhã. Aconselhamos que ele, ou alguém que o conheça, entre em contacto com as autoridades”, disse o sargento.

A polícia está a divulgar fotografias do praticante de jogging para poder identificá-lo. Descreve-o como um homem branco com cerca de 30 anos.