David Cameron renunciou ao cargo de deputado, está a avançar a ITV News. A decisão, com efeitos imediatos, surge três meses depois de Cameron deixar o cargo de primeiro-ministro britânico na sequência da vitória do Brexit no referendo sobre a saída do Reino Unido da União Europeia.

À ITV, David Cameron justificou a sua renúncia ao assento como deputado por Witney por considerar que não é possível ser um bom deputado tendo sido primeiro-ministro.

Eu acho que tudo o que fazes torna-se uma grande distração e um grande desvio àquilo que o Governo realmente precisa fazer pelo país”, afirmou.

A renúncia marca ainda o fim da carreira política de David Cameron, que diz que não tem planos para o futuro.