A primeira-ministra britânica, Theresa May, e a líder do Partido Democrático Unionista (DUP) da Irlanda do Norte, Arlene Foster, estabeleceram um acordo de governo esta segunda-feira. Os unionistas irlandeses garantiram o apoio parlamentar a um governo minoritário dos tories.

O acordo firmado esta segunda-feira surge depois de duas semanas de negociações entre os dois partidos.

Com este acordo, o orçamento da Irlanda do Norte terá um acréscimo de mil milhões de libras, durante os próximos dois anos, como confirmou a líder dos unionistas irlandeses, em declarações aos jornalistas.

Estamos satisfeitos por termos conseguido este acordo que assegura a estabilidade nacional. No que toca ao executivo da Irlanda do Norte, queremos que ele esteja a trabalhar o mais rapidamente possível porque a Irlanda do Norte tem de ter uma voz forte na questão do Brexit ", sublinhou Arlene Foster.

In terms of the Northern Ireland executive, of course we are determined to see it back in place as soon as possible as well, because we believe we need a strong voice for Northern Ireland when dealing not least with the Brexit issue.

O partido Conservador perdeu a maioria absoluta nas eleições legislativas de junho, tendo entrado em negociações com os unionistas para garantir o apoio dos dez deputados da formação da Irlanda do Norte no parlamento.

A derrota de Theresa May deixou a líder britânica sob pressão e numa posição "enfraquecida" nas negociações do Brexit.