Milhares de passageiros de comboios suburbanos da região de Londres, no Reino Unido, ficaram, esta quinta-feira, “presos” durante cinco horas dentro das carruagens devido a uma falha de energia que provocou um “colapso total” nos comboios e gerou o caos em Clapham Junction, a mais movimentada estação ferroviária do país.
 

De acordo com o jornal “The Guardian”, a Polícia Britânica dos Transportes (BTP) conseguiu retirar algumas dezenas de passageiros na estação do sul de Londres, enquanto foi sendo distribuída água aos passageiros que permaneciam presos a bordo e sujeitos a temperaturas sufocantes.
 

Um passageiro teve de ser assistido por paramédicos, enquanto os bombeiros afirmam ter utilizado uma escada de curta extensão para ajudar as pessoas a saírem de um comboio encalhado.

Os utentes descreveram a situação em Clapham Junction como um "pesadelo", já que nenhum comboio da companhia ferroviária do sul pode entrar ou sair da estação de Victoria e o serviço do Gatwick Express foi suspenso.

Os passageiros que se dirigiam para Londres a partir do sul da Inglaterra foram forçados a desembarcar muito antes do destino previsto e encontrar rotas ferroviárias alternativas.
 

Uma utente, Anna Roberts, que trabalha em Victoria, no sudoeste de Londres, ficou presa num comboio de Brighton para Londres muito para lá das 11:00.

"Já passavam quase quatro horas. A polícia e os paramédicos entraram no nosso comboio porque não havia ar condicionado. Disseram que estavam a trazer água, mas não era suficiente para que todos tivessem uma garrafa para cada um ", afirmou, citada pelo “The Guardian”.

"Finalmente, obtivemos água em recipientes de plástico, que passámos uns aos outros ao longo da carruagem. Fomos informados de que era tudo o que estava disponível. Com a falta de energia, dentro da carruagem é como um forno. A polícia disse que era muito perigoso andar na linha [de comboio]”, acrescentou.

 

O problema atingiu os utentes em plena hora de ponta esta quinta-feira de manhã. De acordo com o “Daily Mail”, alguns passageiros chegaram a lutar uns contra os outros para apanharem comboios após a falha de energia entre as estações de Clapham Junction e Wandsworth Common ter levado a graves atrasos.
 

"Um corte de energia entre Clapham Common e Wandsworth interrompeu os serviços ferroviários do sul para a estação londrina de Victoria, esta manhã. Engenheiros estão no local e pretendemos retomar os serviços o mais rapidamente possível”, explicou um porta-voz da Network Rail.

"Os bilhetes são válidos em todas as outras rotas para Londres e os passageiros do sul são aconselhados a evitar passar pela estação de Clapham Junction, que é muito movimentada. Os serviços da South West Trains de e para Waterloo via Clapham Junction não são afetados”, acrescentou.


De acordo com o “Daily Mail”, a Network Rail adiantou esta quinta-feira à tarde que a grave rutura deverá continuar durante toda a noite, com a repetição das cenas caóticas desta manhã. A companhia avisou os passageiros para evitarem “a todo o custo” a estação de Victoria no regresso a casa.