O Supremo Tribunal de Espanha aceitou o pedido de uma cidadã belga que quer verificar se o antigo Rei de Espanha, Juan Carlos, é o seu pai biológico.

Segundo a BBC, a queixosa, Ingrid Sartiau, 49 anos, afirma que Juan Carlos teve um caso com a sua mãe nos anos 60, enquanto ainda era príncipe, mas já casado.

O antigo Rei terá agora 20 dias para responder ao processo, podendo no pior dos cenários, ter de realizar um teste de paternidade.

Este é o segundo caso do género a envolver Juan Carlos, depois de Alberto Sola, um barcelonês, ter feito o mesmo pedido em 2012, afirmando que a sua mãe também se teria envolvido com o então príncipe, em 1956.

Ambos os processos foram rejeitados em 2012 devido  à imunidade que, o então Rei, dispunha. Depois de ter abdicado do trono no ano passado, a favor do seu filho, Filipe VI, Juan Carlos perdeu esse privilégio (ainda que o parlamento tenha mantido alguma parte da «imunidade»).

Representantes da família real não quiseram comentar o caso.