O número de refugiados e migrantes que cruzaram o Mediterrâneo e chegaram às costas europeias em 2015 atingiu os 800.000 nas últimas horas, quadruplicando o número registado em 2014, informou a Organização Internacional para as Migrações (OIM), nesta terça-feira.

Até domingo passado, segundo a organização, tinham chegado à União Europeia (UE) 798.792 pessoas.

“Não obstante, calculamos que esse número foi superado nas últimas horas e que ultrapassámos o limiar dos 800.000”, disse à imprensa, em Genebra, o porta-voz da OIM, Joel Millman.

Daquele total, 653.075 chegaram à Grécia, 141.766 a Itália, 3.845 a Espanha e 106 a Malta.

No mesmo período, a OIM registou 3.455 mortes de migrantes que tentaram atravessar o Mediterrâneo.