O Tribunal Supremo de Espanha rejeitou hoje um recurso apresentado pelo governo regional da Catalunha a pedir a suspensão da impugnação do Governo central contra a consulta alternativa de domingo sobre a independência catalã.

Fontes judiciais confirmaram que a decisão foi tomada sobre o formato de «medida cautelaríssima» - assim denominada pela rapidez com que deve resolver-se.

O recurso catalão foi apresentado depois de o Tribunal Constitucional ter aceitado a tramitação de um recurso do Governo espanhol contra a consulta popular catalã, que tem um efeito suspensivo imediato.