O primeiro-ministro britânico David Cameron, reagiu esta sexta-feira de manhã aos resultados do referendo da que decidia se os escoceses se tornariam independentes.

O «Não» ganhou por 55 por cento dos votos e David Cameron não poderia estar mais «encantado» com a decisão dos escoceses.

À porta da residência oficial do chefe de governo, o nº10 de Downing Street em Londres, Cameron disse que é «tempo do Reino Unido unir mais do que nunca e caminharem todos juntos».

Uma noite em claro para Conservadores, Trabalhistas e até para os monarcas, depois de uma campanha renhida, mas que terminou com a vitória do «Não» por 1,877,252 contra 1,512,688 do «Sim», até ao momento quando ainda faltam apurar mesas de voto, segundo a BBC.

David Cameron acrescentou que «não podem haver disputas». Assumiu os compromissos que fez ao povo escocês durante a campanha e frisou que soubera «ouvir» o que o povo escocês quer.



O primeiro-ministro escocês, Alex Salmond já assumiu a derrota e aceitou o veredicto.