Duas irmãs gémeas reecontraram-se recentemente, depois de 78 anos de separação. As duas nasceram em Aldershot, no Reino Unido, e voltaram a ver-se, quase oito décadas depois, nos Estados Unidos.

De acordo com a BBC, 78 anos será o mais longo período de separação para gémeos.





Ann terá crescido sempre sem saber que tinha uma gémea. A irmã foi criada pela mãe, que não tinha dinheiro para cuidar das duas. Só no ano passado Ann soube da existência da irmã, que vivia agora nos Estados Unidos.

As duas irmãs vão agora fazer parte de um estudo sobre gémeos que se reencontram, levado a cabo pelo Twin Studies Center, na Califórnia.