O Supremo Tribunal turco considerou hoje que o bloqueio da rede social Twitter ordenado pelo Governo da Turquia infringe a lei, divulgou hoje uma televisão privada local.

O bloqueio da plataforma internacional de mensagens online entrou em vigor no passado dia 20 de março, depois de o "site" ter sido usado para divulgar registos de áudio que alegadamente envolviam o primeiro-ministro turco, Recep Tayyip Erdogan, e os seus colaboradores mais próximos num escândalo de corrupção.

A instância determinou que o bloqueio deve ser levantado e enviou uma declaração à autoridade turca para o sector das telecomunicações e ao Ministério das Comunicações turco, em que afirma que as duas entidades devem «fazer o que for necessário» para resolver esta situação, segundo informou o canal de televisão privado NTV.