Três homens foram condenados nos EUA a 12 anos de prisão por planearem ataques contra o Governo usando “armas de destruição massiva”, aos quais se devia seguir uma revolta popular contra a Administração, informou este sábado o Departamento de Justiça.

Os três homens queriam iniciar uma rebelião contra o poder de altos funcionários, que consideram exceder o estabelecido na Constituição, pelo que o seu plano era atacar agências governamentais e infraestruturas, esperando que grupos de todo o país os seguissem para fazer cair o Governo norte-americano.

Os condenados são Brian Cannon, de 37 anos, Terry Peace, de 47, e Cory Williamson, de 29.