O Governo do Paquistão suspendeu as negociações formais de paz iniciadas há semanas com o TTP, o principal grupo talibã do país, devido à persistência de ações armadas rebeldes, revelou a imprensa local.

«Na atual situação, continuar com as conversações seria uma grande injustiça para os civis inocentes e membros das forças de segurança que foram mortos em atos terroristas», afirmou na noite de quinta-feira o ministro do Interior, Chaudhry Nisar Alí Khan.

Apesar da suspensão, o governante manifestou esperança de que o processo de diálogo possa ser retomado num futuro próximo.