O presidente da Comissão Europeia, Durão Barroso, lamentou o desastre aéreo que esta quinta-feira matou 295 pessoas que seguiam num voo de Amesterdão, Holanda, para Kuala Lumpur, na Malásia, e exige receber explicações imediatamente.¿

«Estou chocado com a queda do [voo] MH17. Os factos têm de ser explicados imediatamente. Os meus pensamentos estão com as famílais das vítimas», escreveu Durão barroso no Twitter.

Homem brinca com desaparecimento de avião antes de embarcar

O avião da Malaysia Airlines com 295 pessoas sobrevoava a região de Donetsk, na Ucrânia, controlada pelas forças pró-russas. O espaço aéreo já tinha sido fechado à aviação civil a 8 de julho após o abate de um avião militar.

É a segunda tragédia com um avião da Maysia Airlines. O avião que saiu de Pequim com destino a Kuala Lumpur continua a ser o maior mistério da aviação, depois de continuar desaparecido desde 8 de março deste ano.