Pelo menos 29 civis, incluindo oito menores, morreram na quarta-feira, vítimas de bombardeamentos da coligação internacional liderada pelos Estados Unidos, na cidade de Raqqa, informou hoje o Observatório Sírio para os Direitos Humanos.

Pelo menos oito crianças estão entre os mortos", afirmou Rami Abdel Rahman, do OSDH.

A organização não-governamental disse que os aviões atacaram zonas da cidade controladas pelo grupo extremista Estado Islâmico.

Segundo o Observatório, as Forças da Síria Democrática (FSD), uma aliança armada liderada por milícias curdas, controlam 50% da localidade, no nordeste do país, após terem tomado o estratégico bairro de Nazlet al Shihada, no sul da cidade, junto ao rio Eufrates.