As quatro pessoas sequestradas há três semanas num complexo hoteleiro da ilha de Samal, no sul das Filipinas, pediram ajuda às autoridades e transmitiram as exigências dos raptores através de um vídeo divulgado na terça-feira à noite.

"Pedimos ao Governo do Canadá que por favor, por favor, nos ajude e ao Governo das Filipinas que acabe com as operações que está a levar a cabo, como o fogo de artilharia, (...) as bombas e as operações militares", diz, no vídeo, um dos reféns, John Ridsdel, que é canadiano.


No vídeo, publicado no Youtube, Ridsdel aparece ao lado dos restantes reféns: o também canadiano Robert Hall, a sua companheira filipina Marites Flor e o norueguês Kjarten Sekkingsta.

Homens armados capturaram os dois turistas canadianos, um funcionário norueguês e uma filipina,  de um resort de luxo, a 21 de setembro, no mais recente caso de sequestro de estrangeiros no sul do país.