Dois pilotos russos foram sequestrados na região do Darfur, informou esta terça-feira a Embaixada da Rússia no Sudão, ao afirmar que «todas as medidas necessárias» estavam a ser tomadas para a sua libertação.

«Infelizmente, podemos confirmar que dois pilotos russos foram sequestrados em Zalingei, na província do Darfur, a 29 de janeiro», disse à AFP o porta-voz da Embaixada da Rússia, Artour Safoukov, contactado por telefone.  A Reuters não confirma, no entanto, que se tratam de pilotos ou militares, designando-os somente como «cidadãos russos».

«Os detalhes do incidente e os locais de trabalho das pessoas sequestradas não foram divulgados para não interferir com o processo para os libertar o mais rápido possível», indicou.