A aviação israelita perpetrou no sábado à noite 12 ataques na faixa de Gaza, causando dois feridos, na sequência de disparos de roquetes palestinianos que provocaram um incêndio em Sdérot, no sul do Israel, informaram fontes oficiais israelitas e palestinianas.

Do norte ao sul do enclave palestiniano, as principais localidades da faixa de Gaza foram atingidas por raides aéreos que causaram, pelo menos, dois feridos ligeiros em Gaza e provocaram danos materiais, revelou um porta-voz do ministério do Interior do Hamas, citado pela France Presse.

«Houve, ao todo, 12 ataques», confirmou à agência francesa um porta-voz do exército, precisando que a aviação israelita visou, durante a noite, vários «locais de atividades terroristas».

Um porta-voz militar indicou que o edifício atingido pelo projétil é uma fábrica, donde conseguiram escapar quatro trabalhadores.

«Uma vez extinto o fogo iniciámos buscas para verificar se ainda havia alguém no interior», disse o porta-voz da polícia, Micky Rosenfeld.