O edifício da rádio da Catalunha foi atacado, na noite de sexta-feira, por um grupo de manifestantes a favor da unidade espanhola. Três pessoas ficaram feridas no ataque à emissora sediada em Barcelona.

Empunhando bandeiras de Espanha, os manifestantes partiram as janelas da porta de acesso à estação de rádio e cortaram o trânsito da Avenida Diagonal.

De acordo com o jornal La Vanguardia, os manifestantes impediram ainda a saída dos trabalhadores da Catalunya Ràdio que só o conseguiram fazer uma hora e meia depois.

O diretor da rádio catalã Saül Gordillo lamentou, no Twitter, a "manifestação violenta" e publicou imagens tiradas à porta da emissora.

Gordillo adiantou que a Catalunya Ràdio vai apresentar queixa pelos danos causados.