Um anúncio da Dove causou polémica este fim de semana e obrigou a marca de produtos de higiene pessoal a fazer um pedido de desculpas público. As imagens do anúncio tornaram-se virais nas redes sociais e muitos utilizadores criticaram a campanha publicitária, considerando-a "racista". 

Em causa está um anúncio da marca para o Facebook em que uma mulher negra se transforma numa mulher branca, aparentemente depois de usar uma loção para o corpo.

Na sexta-feira, a maquilhadora norte-americana Naomi Blake, conhecida como Naythemua, publicou as imagens no Facebook com a legenda: "Estava a navegar no Facebook quando este anúncio da Dove me apareceu. Portanto, para o que é que estou a olhar?...".

Depressa as imagens tornaram-se virais e o caso instalou-se na Internet. Utilizadores do Facebook e do Twitter começaram a questionar o objetivo da campanha. 

 

 

Mediante a polémica, a Dove viu-se obrigada a retirar o anúncio do Facebook e a apresentar um pedido de desculpas público.

Nas redes sociais, a marca detida pela Unilever, escreveu que "uma imagem recentemente publicada no Facebook falhou o objetivo de representar as mulher de cor". "Pedidos desculpa pelos danos causados", acrescentou a empresa. 

 

Esta não é a primeira vez que um anúncio da Dove é considerado racista. De resto, muitos utilizadores que se depararam com esta polémica recordaram uma campanha publicitária que também deu que falar em 2011. Esse anúncio dava a entender que a pele das mulheres ficava mais limpa à medida que ficava mais clara.