Uma queniana foi brutalmente atacada pelo marido por não conseguir engravidar.

O ataque, que ocorreu na sua casa em Nairobi, no passado dia 23 de julho, está a chocar o país, conta a CNN.

Jackline Mwende foi amputada nas mãos e golpeada na cabeça com uma faca de mato, tendo ficado surda de um ouvido, além de uma cicatriz no rosto.

Juntos há sete anos, Stephen Ngila culpa a mulher por não terem filhos, mas a vítima, segundo relatório hospitalar, não tem problemas de fertilidade.

Foi detido no dia seguinte ao ataque, quando tentava visitar a companheira no hospital.

Jackline Mwende, que recupera das lesões sofridas em casa dos pais, em Machakos, a 63 quilómetros da capital, tem recebido a visita de várias personalidades nacionais e locais, desde políticos a ativistas dos direitos das mulheres. Prometeram-lhe ajuda médica, tanto para medicamentos como para a aquisição de próteses, e ainda uma mesada que lhe permita prosseguir a sua recuperação.

O marido vai ser presente a tribunal nesta sexta-feira.