Um casal americano foi condenado a três anos de cadeia no Qatar, acusado de provocar a morte da sua filha adotiva de oito anos.

Matthew and Grace Huang foram detidos em janeiro do ano passado. A autópsia revelou que a criança «morreu à fome» e de má-nutrição. Havia ainda sinais de desidratação.

O casal alegou em sua defesa que a criança se privava de comer e que não detetaram o caso a tempo. Os Huang alegaram também que a menina se trancava no quarto à noite.

Matthew and Grace pediram ainda a Obama que intercedesse em seu favor, sentindo-se «raptados pela justiça do Qatar», segundo cita a Sky.

O tribunal declarou-os culpados por «homicídio por negligência», confirmando as conclusões do Ministério Público. O casal terá ainda de pagar uma indemnização e será deportado.

Mathew Huang encontrava-se a trabalhar no Qatar, assumindo funções de responsabilidade nas infraestruturas que vão receber o Mundial de 2020.