A Coreia do Norte criticou esta segunda-feira as Nações Unidas pelo seu ato «hostil» de adotar uma resolução condenando Pyongyang por violações sistemáticas aos direitos humanos.

A resolução aprovada, esta sexta-feira, pelo Conselho dos Direitos Humanos da ONU (ACNUDH) insta o Conselho de Segurança a garantir que aqueles que perpetram «graves violações dos direitos humanos» na Coreia do Norte sejam responsabilizados.

Num comunicado citado pela agência oficial norte-coreana KCNA, o Ministério dos Negócios Estrangeiros da Coreia do Norte afirma que se «opõe e rejeita totalmente» a resolução, classificando-a como produto de uma «política perversa e hostil» engendrada pelos Estados Unidos.