Dezenas de milhares de pessoas participaram na quinta-feira em três grandes marchas pela capital mexicana lideradas pelos pais e colegas dos 43 estudantes desaparecidos no estado de Guerrero há quase dois meses.
 
Segundo a agência Lusa, a primeira marcha começou no monumento Anjo da Independência, onde os participantes deram as boas-vindas aos pais e a um grupo de estudantes que na última semana percorreu o país com o fim de chamar atenção para o caso.
 
«Fomos recebidos de forma calorosa pelas organizações sociais e pela população, todos estão indignados (...) com o que aconteceu porque agora já se atrevem a tocar novamente nos estudantes», disse à EFE o jovem Julio.