Milhares de manifestantes estão, esta terça-feira, na rua em França. O protesto, convocado por quatro sindicatos, é contra a reforma do sistema nacional de pensões, que é votado precisamente esta terça-feira no Parlamento.

O protesto desta terça-feira segue-se a um outro que, a 10 de setembro, terá reunido mais de 370 mil pessoas, de acordo com os sindicatos. Ao longo do dia, estão previstos mais de 150 protestos, em todo o país.

O projeto para a reforma do sistema de pensões foi apresentado pela ministra dos Assuntos Sociais, Marisol Touraine, e prevê um prolongamento do tempo de descontos para 43 anos de trabalho.