Um homem de 57 anos ganhou cerca de 1,75 milhões de euros, obrigando as três filhas a prostituirem-se durante vários anos. O caso aconteceu na Holanda, cuja justiça pede agora 15 anos de cadeia para este antigo polícia.

O homem, originário do Suriname, está ainda acusado de abuso sexual das três filhas, quando estas eram menores de idade, adianta a imprensa holandesa e a ANP. Quando as meninas completaram os 18 anos, passou a obrigá-las a prostituirem-se.

O Ministério Público da cidade de Dordrecht, perto de Roterdão, considerou que o pai preparou as filhas para o exercício da prostituição com os abusos sexuais continuados a que as sujeitou.

As jovens trabalharam durante anos em vários bares da Holanda e eram obrigadas a entregar tudo quanto ganhavam ao pai e à mulher deste, ambos detidos em janeiro de 2012, quando as raparigas denunciaram a situação.

A sentença será conhecida a 9 de abril.