Pelo menos três cadeias do estado brasileiro da Paraíba seguiram o exemplo de outros estados do país e criaram alas gay, depois de denúncias de violações de presos homossexuais por parte de outros detidos. De acordo com o portal «R7», as celas foram criadas no início deste mês e são opcionais.

As celas gay surgem como resposta a uma reivindicação do Movimento do Espírito Lilás (MEL), com o apoio da Ordem dos advogados do Brasil. O presidente do MEL, Renan Palmeira, dá aulas de história em cadeias da Paraíba e notou que muitos homossexuais e transexuais enfrentavam preconceitos e viam os seus direitos violados dentro da prisão.

Além de celas especiais, os presos vão também passar a poder usar roupas femininas e a receber visitas íntimas dos companheiros.