O Senado do Nebrasca, nos Estados Unidos, aprovou esta quarta-feira a abolição da pena de morte, que deverá ser substituída por prisão perpétua, com o número suficiente de votos para neutralizar o veto esperado do governador.

Apesar do apelo do governador republicano Peter Ricketts para ser mantida a pena de morte, a câmara única daquele Estado norte-americano, situado no centro do país, aprovou uma lei para abolir a pena de morte com efeitos retroativos, de acordo com um comunicado daquela assembleia, citado pela AFP.

A lei foi aprovada com 32 votos a favor e 15 contra após duas horas de debate, confirmando a votação de 34 votos a favor e 14 contra do passado 17 de abril. 

São precisos 30 votos para neutralizar o veto que o governador Ricketts tinha prometido caso a lei fosse aprovada.

O Nebrasca é o 19º Estado dos Estados Unidos a abolir a pena de morte. Aquele Estado norte-americano não executa qualquer condenado desde 1997 e tem 11 pessoas no corredor da morte. Os condenados à morte passam assim a ver a pena ser comutada para a prisão perpétua.