O centro da cidade de Madrid acordou esta quarta-feira com uma forte presença policial, trânsito condicionado em várias artérias e muitas bandeiras espanholas, tanto na rua como em janelas, para celebrar a proclamação do rei Felipe VI.

Vários funcionários do Estado estavam, ao início da manhã, ainda a colocar as última vedações ao longo dos passeios das ruas pelas quais Felipe VI e a rainha Letizia passarão, depois da cerimónia de proclamação, numa viagem de contacto com a população até ao Palácio Real.

A comunidade de Madrid vive esta quarta-feira um feriado, pelo dia de Corpus Christi, o que reduziu consideravelmente o trânsito no centro, pelo que as ruas dos percursos estipulados estão limpas de veículos.

Casa Real altera site oficial para refletir mudanças na Coroa

A Casa Real renovou a sua página na Internet depois do início do reinado de Felipe VI, refletindo as mudanças na composição da nova família real e incluindo um livro de visitas eletrónico onde os cidadãos possam deixar mensagens.

A família real é composta, a partir desta quinta-feira, pelos reis Felipe VI e Letizia, pelos reis Juan Carlos e Sofia (mantêm os títulos), pela princesa das Astúrias, Leonor, e pela sua irmã, Sofia.

Saem assim da página web oficial as irmãs de Filipe, as infantas Elena e Cristina, que até agora tinham um perfil próprio na página, com biografia e agenda oficial, permanecendo apenas refletidas no histórico de atividades prévias à sucessão.

Puerta del Sol tomada por equipas policiais e de emergência

A Puerta del Sol, no centro de Madrid, está vedada aos cidadãos e praticamente ocupada por um dispositivo médico e de segurança, instalado para apoiar os cidadãos durante a proclamação de Felipe VI como rei de Espanha.

Sob o olhar do próprio rei, Felipe VI, num cartaz gigante colocado no edifício sede do Governo regional, virado para a praça, estão dezenas de veículos policiais e de emergência, incluindo ambulâncias e carros dos bombeiros.

No centro da praça está um hospital de campanha, um Posto Médico Avançado (PMA), três gruas e cerca de uma dezena de ambulâncias.

Em toda a praça, estão preparadas apenas algumas zonas para a circulação dos peões, também decoradas com bandeiras espanholas, cujo vermelho e amarelo dominam hoje o centro de Madrid.

A partir da Puerta do Sol estão a ser coordenados vários pontos de apoio médico e de emergência instalados noutras ruas da cidade, tendo sido mobilizados mais de 450 efetivos dos serviços médicos e de emergência.

Milhares de pessoas estão já instaladas junto às barreiras montadas nas ruas que serão hoje percorridas, depois da cerimónia de proclamação, pelos reis de Espanha.

Voluntários distribuíram, desde o início da manhã, mais de 150 mil bandeiras, mandadas fazer pela autarquia madrilena.