O multibilionário norte-americano e favorito à nomeação presidencial republicana Donald Trump afirmou esta quarta-feira que poderão ocorrer tumultos nos Estados Unidos caso o Partido Republicano decidir indigitar outro candidato para as eleições presidenciais de novembro.

Para o candidato, tal cenário iria ofender os seus apoiantes, que "já demonstraram uma certa predisposição para a violência".

Há poucos dias, incidentes entre apoiantes e opositores de Trump envolveram-se em confrontos, o que levou ao cancelamento de um comício do candidato republicano em Chicago.

Após as primárias realizadas na terça-feira – que ocorreram em cinco grandes estados (Florida, Illinois, Missouri, Carolina do Norte e Ohio) – Trump já conseguiu angariar até à data cerca de 640 delegados, ou seja, mais de metade dos 1237 delegados necessários para conseguir a nomeação na convenção nacional republicana, agendada para julho em Cleveland (Ohio).

Acho que teremos tumultos. Acho que teremos tumultos, represento um enorme número (…) de milhões de pessoas”, declarou o magnata, defendendo que a sua candidatura deve obter a nomeação republicana, mesmo que faltem alguns delegados para atingir a maioria. "Acho que teremos problemas como nunca tivemos. Eu não ira incentivá-las mas acho que iriam acontecer coisas más".