O anúncio oficial foi feito esta segunda-feira através de um post no Twitter, que antecipa a conferência de imprensa em que o republicano vai explicar as razões que o levam a desejar ocupar a Casa Branca.

 

“Estou na corrida. Sou candidato a presidente [dos Estados Unidos] porque os americanos merecem um líder que lute pelos seus interesses”, pode ler-se na mensagem divulgada na rede social e publicada esta segunda-feira.

No entanto, um “erro técnico” levou a que o panorama político americano se agitasse logo na sexta-feira, quando, inadvertidamente e sem se saber explicar como, o seu Twitter anunciou a candidatura, dizendo: “Scott Walker concorre à presidência. Junte-se à equipa”. O tweet foi apagado, como revela a Reuters.

Scott Walker, de 47 anos, está a terminar o segundo mandato como governador do Estado do Wisconsin.