O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, deu hoje o apoio oficial a Hillary Clinton como virtual candidata dos democratas à Casa Branca nas eleições presidenciais de 8 de novembro.

Não creio que tenha havido alguém mais qualificado para ocupar este posto (de presidente)" como Hillary Clinton, disse Obama num vídeo divulgado pela Casa Branca, em que afirmou também estar "com ela".

Após meses a evitar pronunciar-se sobre as primárias do Partido Democrata e depois de um encontro, hoje, com o maior rival de Hillary Clinton, o candidato Bernie Sanders, o presidente norte-americano felicitou-a por "ter feito história".

O Presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, já tinha afirmado, num programa de televisão na quarta-feira, que as ideias de mudança e a energia do senador Bernie Sanders ajudaram o Partido Democrata e fizeram de Hillary Clinton “melhor candidata”.

Sanders não desiste mas no fim também irá apoiar Hillary

O pré-candidato presidencial norte-americano Bernie Sanders recusou-se hoje a desistir da corrida antes do fim das primárias do Partido Democrata, mas disse que em breve se juntará à adversária Hillary Clinton para assegurar unidade partidária contra Donald Trump.

Falei brevemente com a secretária Clinton na terça-feira à noite e felicitei-a pela sua fortíssima campanha”, disse Sanders, em tom conciliador após uma reunião de uma hora com o Presidente, Barack Obama, na Casa Branca.

“Aguardo com expectativa o encontro com ela num futuro próximo para ver como haveremos de trabalhar em conjunto para derrotar [o pré-candidato republicano] Donald Trump e criar um Governo que nos represente a todos e não apenas um por cento”, declarou.