Donald Trump venceu as primárias do partido republicano no estado do Indiana, esta terça-feira, e será o “provável nomeado” como candidato do partido a Presidente, já que Ted Cruz abandonou a corrida eleitoral.

De acordo com resultados ainda muito parciais, Trump fica com mais de 50% dos votos, à frente de Ted Cruz (33%) e John Kasich (10%).

Num discurso a partir de Indianápolis, transmitido pela televisão, o senador do Texas, Ted Cruz, que se apresentava como a única alternativa a Trump no campo republicano, anunciou a sua retirada, deixando o magnata e o senador de Ohio, John Kasich, sozinhos na corrida à nomeação.

Demos o nosso melhor no Indiana, mas esta noite os eleitores escolheram outro caminho. Por isso suspendemos a nossa campanha”, anunciou Cruz.

Donald Trump, o boxeur

O presidente do Comité Nacional Republicano dos EUA reconheceu na terça-feira que o magnata Donald Trump será o “provável nomeado” como candidato do partido a Presidente, após a saída de Ted Cruz da corrida eleitoral.

“Donald Trump será o provável nomeado do Partido Republicano, devemos unir-nos e centrarmo-nos em derrotar Hillary Clinton”, a favorita entre os aspirantes democratas, indicou Reince Priebus, numa mensagem publicada no Twitter.

Do lado democrata, a vitória foi do senador Bernie Sanders, apesar de as sondagens inicialmente darem Hillary Clinton como vencedora.

Segundo as projeções dos meios de comunicação social norte-americanos, quando cerca de três quartos dos círculos eleitorais estavam apurados, Sanders vencia com 53,2% dos votos, contra os 46,8% de Clinton.

Esta vitória surge após várias derrotas do senador, em estados como Nova Iorque, Connecticut, Pensilvânia e Maryland.