Ainda sem o botão do artigo 50 do Tratado de Lisboa acionado, o ainda Estado membro da União Europeia, o Reino Unido, já veio dizer que renuncia à presidência rotativa da UE, prevista para 2017. 

Theresa May já avisou o presidente do Conselho Europeu, Donald Tusk, desta sua decisão, de acordo com a Associated Press.  Uma decisão anunciada antes da sucessora de David Cameron enfrentar, pela primeira vez, as perguntas dos deputados, esta quarta-feira. 

A nova primeira-ministra tem também, esta semana, encontros marcados com a chanceler alemã, Angela Merkel, e com o presidente francês, François Hollande. 

Theresa May assumiu o cargo na semana passada, após a renúncia de David Cameron na sequência do resultado do referendo que deu a vitória ao Brexit, ou seja, que ditou a saída do Reino Unido da União Europeia.