Os famosos "cadeados do amor", recuperados da Pont des Arts, em Paris, vão ser leiloados e toda a verba recolhida vai ser doada à caridade. De acordo com o jornal francês Libération, o leilão caritativo está marcado para dia 13 de maio.    

Foram feitos 165 lotes, que serão levados a leilão no edifício do Crédit Municipal de Paris. Desses lotes, 150 são “molhos” de cadeados e os restantes 15 são uma espécie de grelhas. O preço estimado para a venda dos “molhos” de cadeados varia entre 150 e 200 euros e a sua montagem tem sido feita em pedestais de madeira e em estruturas em acrílico.

Os lucros do leilão vão reverter para três organizações que recebem e apoiam refugiados na cidade, nomeadamente, a Solipam, o Armée du Salut e a Emmaüs Solidarité.   

Os lotes vão estar em exposição de 10 a 13 de maio, no Crédit Municipal de Paris. A venda tem início marcado para as 15:00 do dia 13. A leiloeira responsável para elaboração da venda, Mathilde Belcour-Cordelier, explicou que foi feita "uma pesquisa para encontrar os cadeados que pensamos que eram os melhores, aqueles fantasiosos, coloridos. É uma maneira de se ter uma lembrança de Paris”.

Pais viu-se obrigado a retirar os cadeados das suas pontes mais emblemáticas, por causa da deterioração que estavam a causar no património e do risco para a segurança dos parisienses e turistas.

Da Pont des Arts foram retiradas 45 toneladas de metal e da Ponte do Arcebispo, a segunda mais popular em Paris, 20 toneladas.